O que são Núcleo e Rede Inacianos

Núcleos Inacianos

Um Núcleo Inaciano surge através de pessoas que, tendo feito a experiência dos EE em alguma de suas modalidades, tiraram proveito e desejam crescer com a ajuda desta espiritualidade e, também desejam ajudar outros a fazerem a sua própria experiência. Estas pessoas formam grupos que se reúnem periodicamente, cada um com suas características próprias, mas todos partem da experiência propiciada pelos EE, seguindo a metodologia inaciana. Encontram-se para atender o apelo que sentem para cultivar sua experiência de Deus e partilhar com os outros, o que pode ser feito de diversas maneiras:

– encontros periódicos para um tempo de oração e partilha de vida;

– encontros para aprofundamento do método dos Exercícios;

– oferecendo à sua comunidade esta riqueza, através de variados tipos de encontros.

O ideal seria que estes grupos se motivassem a oferecer esta experiência às suas comunidades, inclusive em épocas litúrgicas fortes, como o Advento ou Quaresma, aproveitando o material preparado por jesuítas, seja o livreto do Retiro Quaresmal ou o folheto do Retiro do Advento.

Desde o momento que se constituem formalmente como grupo, guiado por alguém que já conheça a espiritualidade inaciana, este grupo passa a se denominar Núcleo Inaciano (NI) e poderá ser parte da lista de Núcleos no Blog. Uma vez assim feito, a pessoa que coordena o grupo contará com o suporte de outros, poderá ser orientada através das demais experiências, usufruindo de mútuo desenvolvimento e amadurecimento, caminhado assim “dois a dois”, alinhados pelo mesmo Espírito.

Rede de Núcleos Inacianos

É salutar que os Núcleos Inacianos existentes, espalhados por diversas cidades e estados, conheçam-se, troquem experiências como forma de se alimentarem e se fortalecerem, inclusive ajudando outros a se formarem.  A experiência de um é a força do outro: uma rede de Núcleos Inacianos que se unem e pulsam no Espírito!

Do momento em que diversos Núcleos, por menores que sejam, espalhados nas diversas regiões interajam, faz com que o sentimento de pertença a um corpo ativo que forma uma rede viva nasça e se “auto-alimente”. O fruto final é o enriquecimento de todos.