Tipos de encontros

Encontros orantes

Cada Núcleo possui uma dinâmica própria e é importante ter clareza quanto ao que proporcionar. O fruto que se espera destes encontros é a proximidade crescente com Deus. Existem diversos tipos de encontros: uma noite ou tarde de oração, um dia inteiro ou um final de semana.
No entanto, o mais importante é saber que não é o tamanho ou grandiosidade do encontro que fará diferença, mas sim a leveza de coração na preparação, a alegria da realização, a liberdade diante de nossos próprios desejos e a abertura para acolher as contribuições. O encontro começa a acontecer já no primeiro momento em que se pensou realizá-lo. Tendo isto em mente, seguem algumas propostas para ajudar a pensar na estrutura do encontro.

Manhã, Tarde ou Noite de Espiritualidade

Compreende normalmente um período de 2 a 3 horas e visa propiciar um “aperitivo” da espiritualidade inaciana. Costuma-se dirigir o grupo numa meditação, que pode ser o Evangelho do dia ou um tópico específico. O esquema deve seguir o método inaciano, ou seja: silenciar, colocar-se na presença de Deus, pedir que o Espírito Santo seja o guia e “tradutor” entre nós e Deus. Um leve som relaxante de fundo ajuda na ambientação.

O coração do encontro é a leitura de um texto bíblico ou tema de oração escolhido segundo o tempo litúrgico, por exemplo, seguido de um breve tempo para a oração pessoal, ao término da qual sugere-se fazer-se uma revisão da oração, dirigida ou não.

É importante poder partilhar em grupo o fruto da oração, o que mais tocou o coração, ajuda cada um a se apropriar do principal e, as vezes, ajuda aos outros a “completar” o que rezou.

De acordo com as características do Núcleo, pode ser pensado um calendário contemplando um dia fixo para a realização dos encontros, que pode ser semanal, quinzenal ou mensal.

Um Dia de Encontro

Aqui temos oportunidade para introduzir os Exercícios Espirituais a grupos que não estão acostumados com retiros, principalmente de silêncio, como o inaciano. Este tipo de encontro requer vários momentos: introdução ao modo de rezar, momentos de colocação (dar a matéria que será rezada), tempos para a oração pessoal e inclui se fazer refeições silenciosas. É muito bom se houver oportunidade de encerrar com a Eucaristia.

Sugere-se que o primeiro tempo de oração seja dirigido, assim os passos da oração serão vivenciados para depois serem explicados. Isto não quer dizer “dar uma palestra” [EE 2], mas ajudar a se colocarem em oração e fazer uso dos preâmbulos {EE 45-49] sem se aterem a um papel com “regras”.  Isto facilita a experiência da oração inaciana com mais liberdade e abertura [EE 5]. Um subsídio com os Passos da oração pode ser dado após fazerem a experiência, e assim a compreensão se baseia na experiência feita.

Um ponto importante: não devemos pensar em um dia de encontro se este for causar trabalhos em demasia tais como: arrumar local, cozinhar, limpar, arranjar som, etc. é bom que tudo seja feito em comunidade, sem sobrecarregar alguém.  O ideal é haver equipe voluntária para dar suporte, enquanto os outros participam do encontro sem se preocuparem com a infraestrutura do dia.

Encontro de um Final de Semana

Este tipo requer maior organização e local apropriado, bem como uma equipe que possa dar suporte.  Ideal seria realizar em locais que possuem instalações que propiciem pernoite aos participantes, a fim de tirarem maior proveito. Na impossibilidade de acomodações para dormir, pode-se aceitar o descanso em casa com retorno no dia seguinte, o que vai demandar mais atenção pela manhã, para retomar o foco e manter a harmonia do retiro.

Pode ser planejado todo o final de semana sobre um tema que será aprofundado ao longo do final de semana ou se fazer uma “caminhada interior”, por exemplo, iniciar com alguma dinâmica ou texto bíblico que possibilite uma experiência do amor de Deus, depois algum texto que ajude a refletir sobre a resposta humana a este Amor e finalizar com texto(s) que ajudem a rever o dia-a-dia, sob o olhar amoroso de Deus, a ordenar as prioridades da vida, as relações com Deus, consigo mesmo, com os outros e com as coisas.

Também é recomendado terminar o retiro com a Eucaristia.

comentários / perguntas / sugestões

contato@nucleosinacianos.org.br